Arquivo da tag: luciana nepomuceno

Os bons são maioria, e daí?

Os bons são maioria. De vez em quando passa essa frase pela minha TL, geralmente associada a uma reportagem ou imagem de algum gesto generoso, de cuidado, de solidariedade. Eu mesma já devo ter reproduzido. É tentador em vários aspectos, … Continuar lendo

Publicado em biscate de luta | Marcado com , , , , | 4 Comentários

Sylvia Plath e um batom vermelho demais

Sylvia Plath. Entre seus livros, sonhos cor-de-rosa, suas palavras brancas e o sofrido desejo de ser melhor e melhor, Sylvia se construiu e construiu belas e sofridas formas de dizer a dor, a solidão, o amor, a excelência, as perdas. Ela tentou … Continuar lendo

Publicado em sussurros e gemidos | Marcado com , , | Deixe um comentário

Passado, Futuro e Um Pássaro no Peito

“O amor é um pássaro rebelde” E tem aqueles abismos no peito. Eu não tenho ciúmes das histórias passadas, mas tenho um tanto de inveja dos romances futuros. As histórias antigas estão nesse você que desejo, que admiro, esse você … Continuar lendo

Publicado em relacionamentos, sussurros e gemidos | Marcado com , , | Deixe um comentário

Aparências

A gente passa metade do tempo militante lutando para ninguém julgar ninguém pela aparência. E a outra metade julgando e disparando mágoa e animosidade nas pessoas que tem uma determinada aparência. Não é a existência da pessoa dita bonita que … Continuar lendo

Publicado em Corpo e Alteridade | Marcado com , , , | 4 Comentários

Super Sincera?

Patati, patatá, rala e rola, rola e rala e pá: gosto de tudo contigo. Huumm, lambelambe, cheiracheira, esfregaesfrega, sim, sim, sim. Gostas de tudo comigo? chupchup, sleptslept, nhaminhami, uma reflexão breve: até agora, ventos a favor. Pode até acontecer um: aí não, ainda … Continuar lendo

Publicado em sussurros e gemidos | Marcado com , , | Deixe um comentário