Ah, essxs lindxs…

O aniversário é nosso mas quem ganha homenagem e agradecimento são todxs xs biscates convidadxs que já passaram por aqui nesse #UmAnoBiscateSC. E foram muitos e tantos que se todx tivessem respondido nosso chamado esse post não teria fim.

Acompanhe os depoimentos desses lindos e lindas. Sem eles o Biscate SC não teria o mesmo colorido, a mesma graça.

adriana torresAdriana Torres — Três linhas é pouco para uma biscate. Afinal, a gente é assim, se esparrama feito manteiga na panela, vai ocupando cada cantinho e não tem como segurar. Mas enfim: descobri minha biscatagi nesse club privê (nem tão club, nem tão privê). Assim como reconheci meu feminismo graças a algumas biscates que aqui se esparramam direto. Entonces, feliz aniversário de descoberta pra mim! Continuo me enchendo de orgulho de fazer parte dessas LINDAS!

576460_10151203395732836_795142732_nRenata Corrêa — Biscate é celebração. É o feminino em festa. Fazer parte de um coletivo que ressignifica um dos aspectos mais pesados da cultura machista que é a figura da puta, da mulher fácil de forma tão leve acabou ressignificando também um aspecto importante da minha miltância, que é a forma de tocar o outro. Sem discurso fechado, sem sisudez. Agora dá licença que essa história de “tocar o outro” me deu idéia para outro texto.

jeane meloJeane Melo — O Biscate pra mim é um espaço de liberdade, despudor, provocação e reflexão. E o mais bacana ainda é que os textos não fecham nada; só apontam inquietações e possibilidades. Tem coisa mais sedutora que isso?

fernando antolinFernando Antolin — Eu biscateei ?? Nááááá… Apenas dei duas receitinhas. Fica a terceira: bata dois ovos,sal e pimenta. Mexa na frigideira e coloque no prato, abra um espaço ao meio e ponha polpa de tomate e queijo ralado. Oiça o Chico, o Ney, oiça o Alan Rickman ou o Falabella declamando poesia. Sejam felizes.

tiagoFrancisco Tiago Costa — Estamos aonde somos e somos aonde estamos: do Oiapoque ao Chuí  afirmamos a nossa liberdade na luta, na rua e na privê intimidade do corpo, da casa e da cama! Em um ano, certamente tenho sido mais eu, afinal, reescrevendo Beauvoir, não se nasce biscate, TORNA-SE!

silviasalesSílvia Sales — Li-ber-da-de. Liberdade de expressão. Liberdade de escolha. Liberdade para todas as formas de prazer. De amor. Liberdade para escrever, porque ainda é preciso escrever. Ainda. Ainda é preciso empunhar as bandeiras nas marchas. Ainda é preciso a delegacia da mulher. Ainda é preciso ‘desenhar’ sobre direitos, igualdade, liberdade. Liberdade, liberdade. É assim que o BiscateSC nos abraça. Como não gostar de bater o ponto no núcleo da biscatagem? A gente se encontra, compartilha experiências, potencializa a luta. Ah, não fosse esse ambiental virtual como eu chegaria até vocês, morando em Belém? Biscates de todo o Brasil, recebam cheirinhos do Pará.  Agora, um tempinho para vadiar, né? Porque a semana promete.

cris_rangel2Cris Rangel — O Biscate pra mim é sinônimo de liberdade e poder participar do Biscate é uma honra e claro, um prazer. Que venham muitos aniversários, muitos textos, muitos gozos, prazeres e arrepios na nuca. Que venham as reflexões e que venha muita biscatagi solta, gostosa e facinha, facinha. Parabéns!

lukaLuka Franca — Um ano de biscatagem na internet e cavando um espaço importante no mundo virtual, o BiscateSC nos colocou em um momento de virar e falar: Sim, eu biscateio e isso não é um problema, não é um demérito. Na verdade é algo que está dado na sociedade e deve ser encarado sem preconceito, sem taxações e sem violência. Biscatear é vida e eu sigo biscateando.

310975_273270442686901_1923123_nBia Cardoso — Vi o Biscate nascer, porque conheço essas mulheres parideiras de criatividade. A partir daí fez-se a revolução das biscates. Chega de mulher honesta, mulher para casar e mulher que não goza, as biscates chegaram para divar. Tem biscate de todo jeito para quem quer ser feliz. Tem biscate para mim, para você e para quem mais quiser chegar na festa. A biscatagi corre solta enquanto houver liberdade, safadeza e risadas. Taí uma revolução em que todas e todos podem dançar até o sol raiar.

priscilla carolinePriscilla Caroline — Minha relação com as Biscates é algo como quando a gente fica com alguém, mantém o desejo de ficar com a pessoa de novo, mas não rola… e aí fica aquela coisa ali, meio viva e meio adormecida. Envolve desejo, envolve o exercício da própria liberdade e a alegria da entrega. É um relacionamento casual, mas muito marcante, então não quero pôr fim nele tão cedo.

anabeeAna Beatriz — Eu escrevo muito. Todos os dias, o tempo todo. Escrevo porque meu trabalho só se concretiza através de artigos, pareceres, apresentações, avaliações… No mar de tantos textos, encontrei no Biscates SC o lugar onde me realizo através das palavras escritas, torcidas, rearrumadas… Foi lá que encontrei outras mulheres com as mesmas preocupações que eu: livres, resolvidas e reflexivas.  Aprendi lendo os textos das outras biscas que a vida sexual não define quem você é e risquei do meu vocabulário palavras como vagabunda, galinha, oferecida… Só caracterizo as pessoas hoje se puder usar a palavra para qualquer gênero. Interessante mesmo é que quando parei de julgar as pessoas, parei de julgar a mim mesma. Sem julgamentos e sem amarras, somos livres. E quando sou livre, estou bem perto de ser feliz!

fernando amaralFernando Amaral — Há um ano emancipando meu cromossomo X e fazendo do Y um cromossomo melhor, mais atento e úmido! E tem o poema que fiz para vocês no aniversário de um mês!!! Das cousas que gosto de ter escrito. Beijo na bunda de todxs.

LilianeLiliane Gusmão — Ser biscate é finalmente compreender que a maneira ou a quantidade de uso da minha vagina não determina meu caráter. Nem o meu, nem o de ninguém. Trepar não é ruim para mim, nem para ninguém, (sem esquecer da camisinha) a não ser que seja pouco. Pouco prazer, pouca gentileza, pouca intensidade pouca educação pouca troca, pouca sedução. Mas eu sou uma mulher de sorte e nunca tive mesquinhez na minha vida de Biscate.

Barbara Manoela — Participei poucas vezes como Biscate Convidada. Queria ter escrito mais. Meu primeiro post causou uma polêmica tão grande entre pessoas do convívio do meu marido, que preferi ficar na moita por um tempo. Bom, pelo menos, serviu pra começar a desmistificar o sexo com pessoas portadoras de deficiência. E em 2013, se deixarem, tem mais!

Deh_colarDeborah Capella — Passei rápido pelo BSC, tão rápido que foi quase um truque de invisibilidade. Mas foi rápida e intensa minha passagem, e biscate que se preza gosta de intensidade mesmo, gosta de ter oportunidade para pensar sobre a liberdade, sobre a felicidade, sobre a tristeza também (por que não? Biscate fica triste, não sabia?); gosta de se sentir livre, se sentir segura pra agir, pra falar. Estar no BSC mesmo que de passagem é sempre lindo. Vida longa à biscatagem!

amanda_Amanda Vieira — O Biscate pra mim é coragem. Coragem de romper com o status quo. Mas não é só isso: é romper sambando, sorrindo, dançando, com toda a alegria que a liberdade pode proporcionar.

vevêVevê Mambrini — Ninguém é de ninguém? Nada disso. Cada um é dono do seu próprio nariz. A biscatagi ensina sobre os amores mais lindos que a gente carrega nessa vida. Amar a si mesmo, o começo de um romance para toda a vida, como dizia Wilde. E esse amor a gente derrama sobre os outros, seja no brilho de cometa do amor de uma noite só, ao amor que vai ficando, até que tá aí desde sempre. Longa vida ao BSC, porque falta ainda liberdade, leveza, espontaneidade (e por que não? cafajestagem da bem-feita) nos relacionamentos.

márcia_biscaloserMárcia Avila — Depois do BSC sempre acho que ser chamada de biscate é elogio e aguardo ansiosamente a minha vez de recebê-lo. (continuo loser). A propósito, se você for gato e disponível, cata meu email no meu post.

suzanaSuzana Dornelles — Foi uma surpresa grande pra mim, quando convidada a escrever para esse Blog onde só “feras” até então escreviam.Confesso que tremi na base, mas como não fui “criada a promessa”, e com o incentivo desse pessoal tão bacana, que acabei indo lá, e abri esse meu coração-bisca-careta-brega. PARABÉNS, Biscas! SUCESSO!!!

dani damasoDani Damaso — Coragem e avante! Biscatagem boa é biscatagem que vem de dentro pra fora, sem medo de ser feliz, do jeito que se é, doa a quem doer. Aquela sensação que faz a gente cantar alto Chico Buarque: “São três horas, o samba tá quente. Deixe a morena contente.  Deixe a menina sambar em paz”. Que os trabalhos do Biscate Social Club continuem sempre abertos pra vida. Bora escrever, bora compartilhar, bora dizer não a essa gente sem coragem!

dandiDandi Marques — É o feminino em alta voltagem energizando tudo que enquadra e enrijece. É a alegria reverberando no corpo/comportamento. É a mente aberta para o carnaval de sensações e possibilidades. Ser biscate é Dionísia na gafieira, celebrando a vida e sua liberdade. Quem não ousa ter uma biscate em si perde parte do colorido na travessia. E o Biscate SC é porteira aberta pra entender a essência na diversidade. Evoé!

mari2Mari Rangel-Biddle — Biscate é um ser livre. Sem amarras. Sem regras. As vezes ela enfrenta a vida de cara lavada. As vezes ela se arruma e se pinta meticulosamente e espera. E todas se encontram aqui, nessa esquina maravilhosa deste blog. Parabéns para nós!

patricia sampaioPatricia Sampaio — No começo, me fazia rir, o que é para poucos. Às vezes, passava dias murmurando palavras de outra Biscate reconhecendo seus sentidos. Foi quando minha alma se distraiu e o post do Adeus me fez tremer. Perdi o chão porque aquelas eram as palavras que gostaria de dizer. Então me enchi de coragem para oferecer as minhas palavras também. Bom demais estar aqui.

miss gardenMiss Garden — Vocês são simplesmente @s responsáveis por me jogar no colo da coragem pra que eu pudesse dar um tapa de realidade na cara do machismo. Orgulho. Biscatági. Feminismo. Amô.

LiliLíli France — Desde que descobri o blog me vejo apaixonada. Sabe daquelas paixões que te deixam boba, de sorriso fácil e falando sobre várias e várias pra todo mundo que encontrar? Pois é. No Biscate SC eu encontrei um lar, onde vi pessoas falarem o que sempre martelava na minha cabeça. E meu coração de bisca se enche de orgulho e satisfação quando vê esse lar completando um ano e espalhando para tantas pessoas o que deve ser dito há tantos anos, tantos séculos. Às vezes num tom mais sério, às vezes embalado pelas risadas de uma mesa de bar, ou até mesmo num clima mais quente de coisas que sempre tomam conta da gente, esse blog é onde me faço presente com o maior prazer (e olha que de prazer a gente entende), e não pretendo deixar tão cedo. Beijos, daqueles que só uma biscate pode dar!😉

mayarameloMayara Melo — Biscatear…eu biscateio, tu biscateia, nós biscateamos e nos esbaldamos nessa gostosa ressignificação de um termo inicialmente forjado para rotular mulheres. Que delícia ver o Biscate Social Club sambando na cara do conservadorismo e completando um ano de existência e insistência \o/ Que bom saber que tem um cantinho, mesmo que virtual, no qual podemos falar e também ser faladas e sentidas. Amo esse emaranhado de gente que decidiu rir, gritar, gemer, sussurrar (ai!) pra deixar claro que “somos o que somos… somos o que somos… inclassificáveis…inclassificáveis…”

Os depoimentos que estão nesse post podem ser conferidos em forma de postal na nossa fan page no Facebook, no álbum #BiscateConvidadxDay.

Sobre biscatesocialclub

"se acaso me quiseres, sou dessas mulheres que só dizem sim..."
Esse post foi publicado em biscatagi especial, biscate convidada, biscate convidado, um ano Biscate SC e marcado , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Ah, essxs lindxs…

  1. Charô disse:

    Ah, muito amor❤

  2. Silvia Badim disse:

    ❤ e que vocês fiquem, esparramem-se, deleitem-se no biscate!

  3. Cris Rangel disse:

    Amor transbordando aqui, gente! Bjos pra todas e todos!

  4. José Wagner disse:

    Como não gostar das e dos BISCATES?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s