Um pequeno desabafo

Imagem de divulgação do fiilme Terra Fria com Charlize Theron

Imagem de divulgação do fiilme Terra Fria com Charlize Theron

Aprendi com o tempo que ser Biscate me faz não viver como muitas mulheres vivem: Sempre com medo. Você toma coragem e enfrenta o assédio sexual na rua, no trabalho, na faculdade. Mas, enfrentar o assédio não nos salva completamente dos assediadores, alguns são reincidentes e continuam importunando, outros acreditam que você os desrespeitou ao enfrentar o assédio e aí começam a te maltratar, são grosseiros com você.

Trabalhar com um assediador é terrível, ainda mais se você tem atitude de Biscate e o enfrenta. Estou passando por isso, meu assediador decidiu criar picuinhas no ambiente de trabalho, fazer o possível e o impossível para me deixar desconfortável no local de trabalho. Tudo porque enfrentei de frente o assédio, porque denunciei o assédio. Como reagir a isso? É meu primeiro emprego na minha área e também é a priimeira vez em que sofro assédio sexual no trabalho. Preciso de força, de coragem pois a cada dia ele piora a relação. Sou fria, tenho gelo e não sangue nas veias, o trato educadamente e (por mais que me incomode) falsamente, agindo como se não entendesse os foras e as grosserias dele. O corto educadamente quando me trata mal, mas minha vontade é de falar “tá com raiva porque você me cantou e eu não quis? Tenho uma novidade, não sou objeto, só fico com quem eu quero e eu NUNCA vou te querer!” Essa semana eu quase estourei, foi por um triz, estou tentando agir de forma seca e firme, já que eu sei que fiz o certo até agora.

Não considero que todo homem que fala que se interessa por mim é assediador, mas eu não aceito ser tocada, ser olhada de forma incomoda. Eu educo meus alunos para nunca agirem assim, vou engolir isso de homem adulto? Existe diiferença entre assédo sexual e se aproximar e demonstrar interesse, ninguém precisa encostar pra demonstrar interesse. Ser Biscate é dar pra quem a gente quer, não é dar pra qualquer um@! É a escolha da Biscate dar pra um@, vári@s ou pra tod@s!

Hoje eu precisava desabafar isso, não há como continuar com esse incomodo entalado na garganta!

Sobre Sara Joker

Artista visual, quadrinista e atriz. Formada em licenciatura e bacharelado em Artes Visuais, pós graduada em Psicanálise. Nerd de humanas, adora RPG, quadrinhos, filmes cabeça, rock e livros. Se interessa por questões relacionadas as lutas pelos direitos das mulheres, negros e LGBTTTs.
Esse post foi publicado em uma biscate quer. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Um pequeno desabafo

  1. Cíntia Patti disse:

    Força e continue forte!!! Pessoas como vc me fazem acreditar que podemos tudo o que queremos e que ser mulher, livre de todas as repressões, é mto bom!!!
    Sou igual a ti e enfrento isso diariamente qdo os homens acham que sou um pedaço de carne andante! Adorei o que vc disse e assino embaixo: Ser Biscate é dar pra quem a gente quer, não é dar pra qualquer um@! É a escolha da Biscate dar pra um@, vári@s ou pra tod@s!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s