De quem é a culpa?

Na semana do julgamento dos assassinos de Elisa Samúdio, a morte de Lucas Fortuna me deixou tristemente abalada. No mesmo dia em que ele morreu, eu estava na mesma praia em que ele foi encontrado, algumas horas depois tomando uma cerveja, sem saber o que tinha acontecido. Na mesa em que eu estava, alguém falou de “ditadura gay”. Apesar de não ser do meu feitio, me levantei e fui tirar fotos da praia, porque naquele dia eu me permiti não entrar na briga. Eu me permiti não me estressar. Aquele era meu dia de descanso e nada ia me tirar isso.

Quando cheguei em casa e soube da morte de Lucas, fiquei com ódio. Ódio de mim que não comprei aquela briga naquelaa praia, e mais ódio da pessoa que vociferou aquelas asneiras. Enquanto lia incrédula a notícia, me dei conta de que a violência brutal que Lucas sofreu não foi cometida apenas pela pessoa, ou pessoas, que lhe tiraram a vida. Foi cometida por aquele homem que disse bem raivoso “que estavam querendo que todo virasse gay no mundo”.

Tentei me lembrar de todas as pessoas que eu já ouvi proferindo coisas do tipo: “se meu filho fosse gay, eu matava”, ou “viadinho”, ou “não gosto de gay”, ou “não sou homofóbico, mas não gosto de ver gays se beijando”, ou “isso foi falta de surra”, ou… Cheguei à conclusão de que cada uma dessas pessoas que recordei de certo modo contribuíram para a morte de Lucas e das outras 30 que aconteceram em Pernambuco pelo mesmo motivo.

Pode ser que quem me disse isso, não seja capaz de agredir fisicamente gays, lésbicas, travestis ou trans*, mas essas suas palavras e seus comportamentos contribuem para fortalecer o machismo e a homofobia. E essa parcela intolerante da sociedade precisa assumir sua responsabilidade nesses crimes. E aí deputados como Jair Bolsonaro ou João Campos estão mais do que incluídos.

E quando ainda estava digerindo a morte de Lucas, vejo uma notícia sobre o julgamento de Bruno e Macarrão, apontados como os assassinos de Elisa Samúdio. Na verdade, vejo a notícia de que o advogado de defesa queria usar uma foto em que Elisa aprece fazendo sexo com os réus como prova. Prova de quê? De que ela fazia ménage à trois e que por isso deveria ser morta?

Aí voltei a me lembrar das coisas que ouvi na época da morte de Elisa sobre sua conduta sexual. “Vadia”, ou “ela tinha um comportamento perigoso”, ou “ela procurou seu fim”, ou “ela era uma puta e teve o que mereceu”, ou… E mais uma vez pensei que essas pessoas contribuem para a morte de mulheres, vítimas de machismo.

Quem matou Elisa? Quem matou Lucas? Ainda que os culpados sejam responsabilizados e paguem por seus crimes, você que continua a fazer piadinha de “viado” ou de “puta”, você que xinga quem é diferente de você, você que deseja a morte de gays e vadias, você matou Elisa e Lucas. Você quer continuar matando? Pois eu torço pela aprovação da PL 122 e para que você seja preso quando fizer qualquer “brincadeirinha” dessa.

Esse post foi publicado em biscatagi séria e marcado , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para De quem é a culpa?

  1. Camila disse:

    Torço junto contigo. Não há limites para o preconceito. É “a puta que é morta porque procurou”, “o gay que apanha porque fica se expondo”, “o adolescente que é morto violentamente porque é envolvido com drogas”. Chega.

  2. hallysoncarneiro disse:

    Lis Lemos,
    Você disse tudo!
    AInda bem que existem pessoas com o mesmo pensamento que vc. Pois eu já não tenho mais forças para lutar contra esse tipo de coisa. E o pior de tudo, que isso me afastou da fé… não frequento mais igreja, não tolero mais o papo de pessoas, ditas, religiosas. Pois são elas as maiores causadoras desses crimes.
    Eu não sou uma pessoa má, tenho Deus no meu coração, não sou uma abominação e nem tão pouco uma pessoa promíscua.
    Levo minha vida com bastante revolta.

    Obrigado pelo texto. Espero que ele além de lido, seja compreendido por muitas pessoas.

    • lislemos disse:

      Obrigada, Hallysson. Vamos seguir na luta paraa quebrar o preconceito e exigir a punição de quem mata, seja por armas ou palavras, mulheres, negros, gays desde país.

  3. Robson S.A disse:

    Muitas vezes ouvi dizerem por aí que Deus não gosta de homossexuais, que pecam e blasfemam. Que não há perdão para esse “tipo” de gente. As pessoas sentem tanto medo desse “tipo” de gente… porque será? Sinceramente, nunca vi um “tipo” de gente como este que cresce sendo odiando, deixados de lado, renegados ate mesmo da misericórdia D’Aquele que apenas ama e mesmo assim é capaz de lutar, vencer, provar que ainda há amor na terra, que é odiado mas não odeia. Quem de fato prega a Cristo, ou dá o verdadeiro exemplo dele? Religiosos? Profetas do Apocalipse? Vejo que o verdadeiro exemplo de amor é fé está na travesti que ganha a vida na noite, sujeita a todos os tipos de agressões e pede proteção a Deus todos os dias, vejo que está nesse “tipo” de gente que nao se deixa levar pelo preconceito que desprezo que sofrem todos os dias. Estes sim nao deixam o amor esfriar nos coraçoes, pois apenas dão aquilo que tão pouco recebem. Neles sim vejo o verdadeiro exemplo da fé e amor em Cristo, quanta semelhança não??

  4. O que me irrita etenho certeza que a vc também, é o fato de que as pessoas condicionam o que as vítimas de violencia e morte são, com os atos de crueldade… se a Eliza era vadia, fazia sexo a 3, era puta, atriz de filme porno?? e daii???? Isso seria motivo de alguem achar certo o que fizeram com ela??? A vida era dela… as pessoas são livres, nada justifica uma violência, um assassinato, nada… o mesmo sobre Lucas, agora só pq ele era gay tinha que morrer?? porque?? que mal ele fazia?? Apenas tentar viver livre nessa sociedade, machista, homofóbica, preconceitusa que é a nossa realidade. Sonho com dia em que seremos realmente livres.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s