Ela está mudando!

Ela sempre foi brigona, mal educada com certos tipos de homens, ela nunca se perguntou como modificá-los, como ensinar o respeito a esses homens. Ela sempre escolheu não se misturar, “não preciso desse tipo de homem” dizia ela.

Até que um belo dia, ela se viu educadora, ela se viu em sala de aula, ela se viu responsável por mudar um adolescente. Um único menino que, quando entrava em sala de aula, tinha o poder de transformar os demais meninos. Um menino que a odiava por ela não achar “bonitinho” ele tratar suas colegas de turma como objetos. Ela era muito biscate pra criticar o short da aluna, o errado era ele, ela tinha o direito de usar a roupa que quisesse!

Então, como lidar? Entre brigas e discussões, entre sangue subindo a cabeça e tentativas meio que frustradas de explicar que homens e mulheres têm o mesmo direito, ela se segura para não odiar um menino, dessa vez, ela tenta “se misturar”, ser gente fina, maneira, mas sempre se impondo. Educar de outro jeito esse garoto, não deixar que ele mude o comportamento dos demais garotos da turma dele. Tentar se segurar e conversar civilizadamente com um menino desse  é coisa de Biscate, de Biscate Professora!

E ela pretende fazer desse menino um cara que ela se orgulhe de apontar na rua e falar “foi meu aluno quando era adolescente”, um cara que não abuse e que não justifique o abuso de outros homens culpando a menina que usa short, decote ou saia curta. Ela sabe que a luta será complicada, mas faz parte do seu trabalho, da sua profissão, acreditar no poder da conversa para mudar pessoas.

E é desse jeito que ela aprende e ensina ao mesmo tempo, aprende a tolerar mais para poder se aproximar desse “tipo” de homem e, com essa proximidade, ela consegue mostrar a eles o que é respeitar. Ela continua não precisando desse “tipo de homem”, mas ela começou a entender que esse “tipo de homem” pode passar pela sala de aula dela e se transormar, é só ela querer ensiná-los. Não existe educação com base no ódio. Ela não os ignora, não os odeia mais, agora ela tenta educá-los!

Sobre Sara Joker

Artista visual, quadrinista e atriz. Formada em licenciatura e bacharelado em Artes Visuais, pós graduada em Psicanálise. Nerd de humanas, adora RPG, quadrinhos, filmes cabeça, rock e livros. Se interessa por questões relacionadas as lutas pelos direitos das mulheres, negros e LGBTTTs.
Esse post foi publicado em uma biscate quer. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Ela está mudando!

  1. C. disse:

    Parabéns pelo texto e pela atitude. Espero que vc consiga mudar muitas cabeças. Eu não tenho essa capacidade.

    • Anônimo disse:

      Obrigada! Eu tenho tentado mudar, é o meu trabalho, mas eu t entendo pq é mto difícil lidar c pessoas q já tem certas opiniões formadas e preconceitos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s