Orgulho

Semana passada aqui em Juiz de Fora teve o tão famoso Rainbow Fest, com debates, baladas e a Parada do Orgulho LGBT. Esse foi o primeiro ano que praticamente não participei de nada, nem das baladas, nem da Parada (passei perto mas não estava atrás do trio elétrico), nem dos debates, meus horários de trabalho me deixaram sem tempo. Mas não poderia passar esse mês sem falar do meu orgulho! Meu orgulho em ser pansexual assumida, em ser uma mulher que não vive no seu cantinho, quieta e esperando que alguém lute por seus direitos. Uma mulher que não acredita que um relacionamento com alguém do sexo oposto faz com que eu possa “esconder” algo que é parte de mim.

Quando decidi virar professora e artista, não tinha ainda ideia que ambas as profissões me fariam levar minha militância e minha identidade tão a sério. Sempre ouvi dizer que ser professora é militar o tempo todo, mas só tive certeza disso quando comecei a dar aula. Ser artista nem sempre é sinônimo de ser militante, mas nunca soube como olhar e fazer arte sem ver nas entrelinhas, sem criticar o preconceito que encontro na nossa sociedade. Não sei separar a vida pessoal e política de qualquer artista de seu trabalho. Quando falo isso não falo de fofoquinhas, falo de como @ artista se relaciona com outras pessoas, se é preconcituos@, como reage a uma injustiça, se usa sua popularidade para algo além de ganhar dinheiro.

Ser professor@ é ser um exemplo pra outras pessoas, pessoas que ainda estão formando suas opiniões sobre vários assuntos. É uma tremenda responsabilidade, você é parte da construção do caráter de vários seres humanos. Tento fazer o possível para não levar a nenhuma dessas crianças qualquer tipo de preconceito, tento mostrá-l@s que seus preconceitos podem ser vencidos. Tudo é questão de olhar qualquer indivíduo e fazer por essa pessoa o mesmo que você deseja que façam por você. É simples, mas é a melhor forma de falar de respeito, tolerância e amor ao próximo! Não estou ali pra manipulá-los, apenas pra mostrar uma nova forma de ver a vida e os relacionamentos interpessoais.

Programação do JF Rainbow Fest 2012, notem o tema desse ano: “Brasil, país rico é país sem homofobia”

Me vejo todos os dias em luta, uma luta que não acaba. É coisa de Biscate enxergar luta em tudo na sua vida, eu gosto disso! Sei que minha militância diária começa na hora que acordo e só termina quando durmo, tem dias que até sonhando eu milito, rsrsrs! Ser educadora é ser uma eterna sonhadora, que acredita na utopia de que terá um dia em que eu não precisarei mais ter medo por mim, por minh@s amig@s, por minh@s alun@s, por ninguém. Que não existirá mais violência e intolerância contra ninguém! Enquanto esse mundo não existe eu continuo na luta.

Quando noto que consegui mostrar às minhas crianças que somos tod@s dign@s de amor e respeito me sinto muito feliz. Segunda, um aluno meu, heterossexual, me contou que foi na parada gay e que dançou atrás do trio elétrico. Como fiquei alegre em saber que ele fez parte dessa caminhada pelo amor sem preconceitos. É esse o meu maior motivo de felicidade e satisfação como educadora! Saber que posso ver jovens crescendo livres de preconceito.

Sobre Sara Joker

Artista visual, quadrinista e atriz. Formada em licenciatura e bacharelado em Artes Visuais, pós graduada em Psicanálise. Nerd de humanas, adora RPG, quadrinhos, filmes cabeça, rock e livros. Se interessa por questões relacionadas as lutas pelos direitos das mulheres, negros e LGBTTTs.
Esse post foi publicado em biscatagi séria, memória biscate, uma biscate quer e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Orgulho

  1. mclarags disse:

    adorei o texto! eu não sou professora e (acho) não sou exemplo pra ninguém mas eh muito bom saber que de alguma forma eu tento desconstruir alguns discursos preconceituosos mesmo que nao sejam homofobicos/machista de forma direta! pequenas coisas que mesmo pequenas, incentivam coisas maiores até virar uma bola de neve gigante! adorei!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s