Cara de Biscate

Por Clara Gurgel*, Biscate Convidada

A Lu foi me chamar e eu (toda paba) estou aqui, o que é que há?! É bem verdade que já me sinto em casa aqui no Biscate Social Clube. Venho sempre. Desde o começo. Já até escrevi post que me fez virar a “Clara do Biscate”, como disse a amiga de um amigo a quem fui apresentada. Só que, pessoas queridas, tenho um problema (aumentem o som da música incidental ): “NÃO TENHO CARA DE BISCATE!”. Tcharaaam!! Pois é, tenho cara de tudo, “fessôra”, psicóloga (ta vendo, Lu? Taqueospariu, Niara!), até de crente (Ôh, Glória!!), mas de BISCA?! Nã na ni na não! Ou, pelo menos, do que o povo convenciona achar que é Biscate, né?

Daí, que não é raro ver as pessoas que não convivem muito comigo, se surpreenderem quando chego numa festa, por exemplo, e passo longe das rodinhas de mulheres falando sobre seus maridos e seus rebentos fofinhos. Não que os meus não sejam, mas, né…pera aí que “vou ali”e já NÃO volto pra contar. (Hum, a Clara é estranha,né?!) E se tiver música então? Acredita que eu danço, canto junto?! E samba? Sim, requebramos! E se for ao vivo? Sim, batucamos! (nossa, não sabia que a Clara era assim…com essa carinha ninguém diz, hein?!) Pronto! Já lá vai eu virar a “sonsa da Clara!”. E quando eu falo que viajo sozinha sem “Senhor Meu Marido”? Às vezes sem ele e sem filhos? (burburinho geral na pista! Como assim? Como ela consegue? ELA NÃO O AMA! NÃO O AMA! O horror! O horror!) E se eu bebo? E se eu xingo? E se eu saio sozinha? E se eu tenho “um monte de amigos homens”?

E se…(oi?) só uma perguntinha? O QUE QUE TEM?? Sou CASADA mas não CASTRADA! Mas casada e biscate, pode? Pode e é por isso que me identifico muito com esse clube. A Paula Bruk explicou direitinho aqui que pode sim. Concordo essencialmente com o que ela escreveu. E não, meu marido não é um “otário”. Foi aqui também no clube, que vi, na maturidade de um rapaz de dezessete anos, o Lucas Ferreira, uma das melhores definições para BISCATE : “Ser fácil não é dar para todos que a quiserem. Ser fácil é dar para todos que ela quiser.”Portanto, hoje, “ESTOU” biscate de um homem só, por uma questão de opção; minha e dele. E que seja assim eternamente enquanto dure, enquanto ele continue me prendendo única e exclusivamente por me permitir ter a liberdade de ser quem eu sou e vice versa. Não quero ter cara, profissão, condição social e estado civil de biscate, quero apenas ser uma “Biscate Qualquer”.

Sim, sou a Clara do Biscate e o prazer é todo nosso! Ôh, se é…

Clara Gurgel é uma mulher ativa, diversa, atenta e engajada. Bem humorada, vivencia os diversos papéis – amiga, mãe, esposa – com leveza e sensibilidade. Quer conhecer mais? Vai lá e lê o Gaveta Virtual.

Sobre biscatesocialclub

"se acaso me quiseres, sou dessas mulheres que só dizem sim..."
Esse post foi publicado em biscatagi especial, biscate convidada e marcado , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Cara de Biscate

  1. Maria Elizabeth Silva Savietto disse:

    Ai, Clara. Nessa estrada tem mais gente qjue encontra o mesmo rumor insano quando não paulada mesmo, na maior covardia. Mas, prosseguimos! Adelante!
    Sabe que há tempos idos li numa entrevista da Leila Diniz que quando ela estava fazendo aquele espetáculo Yes, nós temos bananas (acho que era este o título), um homem foi ao seu camarim muitas vezes e enchia o espaço de flores. Queria porque queria que “ela saísse com ele”. Ela, gentilmente, reiteradamente, disse não. Então, o homem explodiu na sua raiva machista: “Mas, como, você não sai com todos?” “Saio com todos, não saio com qualquer um”, disse ela. E assim encerrou a questão. Por aquele momento, bem entendido.
    Infelizmente, essa batalha parece inesgotável. Você, mulher, escancarar-se para o mundo e ainda insistir no seu poder de escolha intransferível e absolutamente seu.

    • Clara Gurgel disse:

      Beth, vi uma entrevista massa da Leila pro Pasquim. Com 22 anos ela já tinha o mundo nas mãos. Viveu pouco mas viveu intensamente. Salve a Leila Diniz que habita em todas nós!! Adelante! Obrigada por ter vindo até aqui…beijo!

  2. Clara, li só agora… vamos aí pra festa, mulher! Vamos pro samba, vamos pra roda, vamos cantar… vamos fugir juntas das rodinhas em que se fala dos “rebentos fofinhos” – hahaha, amei essa, todas as minhas amigas sabem que eu não gosto de falar “de filhos”. O que não quer dizer que se tiver assunto interessante, a gente não tá aí e tá topando. Mas as rodinhas, o assunto “rotina” (como diz uma sábia amiga minha), tô fora. Não tenho a menor paciência. Não é assunto.
    Não sei, também, ser amiga “de casal”. Sou amiga de vários casais, sim: quando sou amiga do cara e da mulher. Ou sou amiga de um só. Do cara. Ou da mulher. Mas se a pessoa só sair “de casal”, tô fora de novo. Gosto de olho no olho e de compartilhar segredos. Como é que dá pra fazer isso se a pessoa só sai com o/a cônjuge?
    Tô com o mesmo cara há muitos anos, tenho dois filhos. E nada disso me define. Tô contigo.

  3. Clara Gurgel disse:

    Num é, Renata?! Legal que vc tenha se identificado. Bom saber que “não estou só na multidão”. “Tô com o mesmo cara há muitos anos, tenho dois filhos. E nada disso me define.” Estamos juntas…beijo!

  4. Teresa Font disse:

    Olá, Clara do Biscate. Prazer em conhecer…
    Que engraçada, essa ideia da cara que não acompanha o coração.
    Twofold surprise, a vantagem é tua!
    beijo

    • Clara Gurgel disse:

      Prazer é todo meu, Teresa. Infelizmente ainda existe muita gente que faz essa associação infeliz. O comentário mais preconceituoso começa sempre com “fulano tem uma cara de…” enfim, que saibamos realmente tirar vantagens. Beijo!

  5. Milla disse:

    Me vi nesse texto… “a sonsa da Milla”… Cara de crente, de professora, de psicóloiga e que de vez em quando (quase sempre) resolve falar de sexo, usar roupa de biscate, fazer coreografia de tudo que é tipo em festa, chamar de primA A namoradA dA primA… Algumas pessoas, vendo a Milla há 6 anos num relacionamento, devem se perguntar: “como o ´coitado do boy’ se resolve sexualmente?”, já que ela, né… é assexuada, tadinha…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s