Improvisações de um coração biscate

Hoje é dia de biscatagi cultural, e eu não tenho uma ideia decente. Ia falar sobre botas, fetichismo, Nancy Sinatra, e pans, mas não deu. Adoro botas, tenho várias,  mas não tenho fetiche não. Só gosto, mesmo.

Ai, ia falar sobre, sei lá, Spice Girls, porque estou em casa nesse feriado, sem carro, e está passando o mundo das Spice Girls na TV. Mas não. Apesar de haver tido minha fase de Spice Girls, e adorar o girl Power, não me deu tesão.

Podia falar também sobre o aniversário da Marilyn, ou sobre a biscate da novela das nove (sugestões da Niara), mas… deixo Marilyn para a Luciana, e não vejo a novela das nove. Seria mais fácil eu falar sobre as biscates dos seriados enlatados, que nada são melhores (ou piores, né) que novelas da TV. Mas não. Também não.

E daí percebo que estou cheia da nãos hoje, né?

Decido dar uma checada nos e-mails, ver o que andam me mandando.

E me assusto, em um antigo endereço, que cometi a insensatez de cadastrar em um site de compra coletiva, com a quantidade de e-mail de spams.

Queime gordura! Toxina botulínica 87% off. Seu amor vai adorar! Assine Veja! Presenteie seu namorado com … E por aí vai.

Spams de empresas de que nunca fui cliente. Spams de bancos onde nunca tive conta. Pessoas que nunca conheci, me dizendo para ver as fotos daquela festa. E por aí vai.

E nesse feriado modorrento, não consegui escrever nada. Então, escrevo sobre o nada.

E esse nada é tanta coisa. É o mundo corporativo querendo fazer com que eu gaste meu dinheiro em produtos que nunca precisei. Mas que usa suas técnicas “pelvelsas” para me fazer pensar “como é que eu vivi até hoje sem saber que preciso desesperadamente desse produto para viver??”. E nem no conforto do meu lar estou segura.

Mas então, eu lembro que estou de férias, que passei uma semana comendo cuscuz todo dia, de todas as formas, com todos os acompanhamentos.

Lembro que comi sarrabulho no mercado São Sebastião, em Fortaleza, e que não comi caranguejo na praia do Futuro porque o bichinho vem inteiro… com olhinhos que podem até não ser olhinhos, mas…

Lembro que desci as escadas para a praia de Canoa Quebrada e que entrei em uma piscina de água termal a 37 graus, no calor do interior do Rio Grande do Norte.

Que aprendi sobre carcinicultura e sobre usinas eólicas tomando cerveja.

Que em (quase) nenhum momento em me preocupei em usar biquíni e não maiô.

E que se não fosse a disposição de abrir os braços e a alma e o coração para esse computador frio e essas ondas virtuais, eu não teria tantas mais pessoas queridas na minha vida, com quem tenho compartilhado não só as boas risadas, mas as dores e as frustrações. E ser biscate é isso, também.

Biscatear hospedando em casas de amigos, de amigos que não conhecíamos e que ainda não tínhamos abraçado, mas que são tão amigos quanto aqueles que cresceram com a gente.

Isso é ser biscate. É ser fácil. É dizer: vemnimim! Vamos tomar cerveja? Mas é claro!!!

*Post homenagem improviso as queridas Lucianas – Pereira e Nepomuceno, à Bianca Cardoso, à Mayara Melo, querida Mayroses, ao Tiago Costa, à família da Borboleta, à Cecília Oliveira, que tá em Nova Iorque, ao Lemuel Cintra, que acaba de chegar daz’Oropa, ao Fernando da May, e a todos os queridos e queridas que já me receberam em suas casas e em suas camas e em suas redes.

Vocês são a razão de ser do meu coração biscate.

Esse post foi publicado em desejos de biscate, uma biscate quer e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Improvisações de um coração biscate

  1. mayroses disse:

    Que lindo!! Adorei receber vc e sua inconfundível leveza biscate 😉 só queria mais tempo, né? mas tenho certeza que ainda nos encontraremos em outras cervejadas p/ papear sobre tudo de belo e difícil que a vida tem. Ah, a minha rede estará sempre ao seu dispor 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s