As bisca pira no Clint

Nos últimos tempos sempre que chega 31 de maio me revolto com o tempo. Clint Eastwood está completando hoje 82 anos e sempre penso que o tempo deveria ter parado para ele, ao menos fisicamente deveria ter parado lá pelos seus 50 anos até como uma reverência. Contudo, é inegável que o mesmo perverso tempo lhe fez muito bem. Não é uma regra que o tempo faça as pessoas evoluírem e evoluir não quer obrigatoriamente dizer que seja bom, mas no caso dele… Clint foi do ator machão dos westerns e policiais ao diretor genial, criativo e muito, muito sensível. Já promovi até uma semana especial para ele noutro blog quando dos seus oitenta anos. Segundo os atores já dirigidos por ele, Clint comanda o set de filmagem sem levantar a voz, é educado, sutil e de uma gentileza ímpar.

Há controvérsias, eu sei. Ele é do partido republicano nos EUA desde 1951, já foi até prefeito de Carmel-by-the-Sea, Califórnia (1986-1988) e diz coisas como “vivemos numa geração meio mariquinha” ao mesmo tempo que defende o casamento homossexual. Mesmo assim acho impossível não suspirar diante de seus personagens durões como o homem sem nome da Trilogia dos Dólares de Sergio Leone ou do inspetor Harry Callahan na série de filmes Dirty Harry. Tá, eu prefiro suspirar com o fotógrafo Robert Kincaid de As Pontes de Madison e mesmo tendo preferências me derreto com o Clint na pele de qualquer personagem. Tenho pelo menos uma dúzia de fetiches com ele.

Se fosse escolher um único filme para apresentar Clint a quem não o conhece, arrancaria os cabelos. Não faço ideia. São tantos filmes em que ele atuando ou dirigindo ou os dois se apresenta em toda sua genialidade, estilo e sex appeal… Vou tentar indicar três: Por Um Punhado de DólaresAs Pontes de Madison e Invictus.

Ah, e, claro, daria um dedo (ou até uma mão inteira) para poder entrevistá-lo e ver aquele sorriso de perto e descobrir o quanto de verde tem naqueles olhos azuis… Quem nunca?

Ah, sim, usei apenas as fotos de quando acho que o tempo deveria ter parado para ele… Talvez nem todas as biscas pirem no Clint, mas eu quase molho a calcinha. ♥, Clint!

Sobre Niara de Oliveira

ardida como pimenta com limão! marginal, chaaaaaaata, comunista, libertária, biscate feminista, amante do cinema, "meio intelectual meio de esquerda", xavante, mãe do Calvin, gaúcha de Satolep, avulsa no mundo.
Esse post foi publicado em biscatagi é cultura, biscatagi especial, desejos de biscate e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

15 respostas para As bisca pira no Clint

  1. Danieli disse:

    Eu piro! Acho-o maravilhoso!!! =D

  2. Eu piro tumeim.. é um dos meus diretores preferidos e amo o Dirty Harry e tb acho a geração meio abaitolada, e apoio o casamento gay e sou contra a homofobia, etc…

    Sobre ser republicano.. bem, vamos ter esperança que ele o seja pelo passado “de esquerda” (Pensemos sob os parâmetros dos EUA,please) do partido, quando ele apoiava Feministas, anti-racistas e foi apoiador desde siempre da abolição. Queria um dia sacar quando os Democratas viraram “esquerda”, pq eles eram os reaças… Não sei quando começou direito, mas desconfio que foi pós-Roosevelt. Desconfio, ou rezo, que ainda existam republicanos não reaças. Não é possível que John Ford e Clint Eastwood sejam reaças, gente….

    • Bela discussão essa sobre “esquerda” entre democratas e republicanos, Gilson. Democratas também são maus, mas acostumamos a entender os republicanos como o mal em dobro (estou ironizando com a dicotomia do bipartidarismo estadunidense e a dicotomia bem-mal).
      De verdade? Com a genialidade e sensibilidade do Clint ele até poderia ser reaça que eu respeitaria. E continuaria molhando a calcinha. (uia!) 😛

  3. Deh disse:

    E eu que comecei a pirar no Clint depois de véia já. “A conquista da honra” e “Cartas de Iwo Jima” mexeram demais comigo, um assisti quase parindo e o outro recém-parida. E “Gran Torino”, acho que último dele que assisti.

  4. Nossa, fiz um comentário e acho que ele não foi aprovado…era algo banal, só concordando com o texto…Pq ele não foi aprovado?

    • O único comentário teu que apareceu no blog foi esse, Fabiana, em que reclamas do outro. Deve ter sido algum bug do wordpress, mas te peço desculpas em nome do BiscateSC mesmo assim.

  5. Eu lembro de assistir o Dirty Harry quando criança, e também alguns faroestes, mas o Clint era velho pra mim.
    E então, eu cresci, virei mulher, e agora, o Clint é daqueles que arrepia.
    Eu adoro os filmes, Gran Torino, por exemplo, está entre os melhores que vi recentemente.
    E Menina de Ouro?
    Não sei, mas acho que ele e o Sean Connery, não importa a idade, eu pegava até moribundo!

  6. Penkala disse:

    ele é um cara que eu respeito quando diz isso de sociedade bem mariquinha e ao mesmo tempo defende o casamento homossexual. porque acho que ele usa mariquinha mesmo como o termo antes de se aplicar ao estereótipo de gay fracote. não vejo exatamente uma ofensa aos gays. quando ele mostra uma guria de 33 anos lutando pra conquistar o lugar dela no mundo DO BOXE, e o preconceito do treinador primeiro depois o respeito, eu acho isso uma coisa fantástica. porque ele não é um cara de fazer militância. ele é coerente até com a época dele. mas eu sou muito suspeita, né?, porque sou fã de Clint ator, diretor e PESSOA LINDA DOS INFERNOS. então…

  7. Charô disse:

    Por um punhado de dólaressssssss *______________________________*

    Ploft, morro.

    Só diria uma coisa pr’ele = fo-da-me!!!

  8. Nina Araújo disse:

    Macho Alpha ~~~~~~~~~~~~~~~~~~ ♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s