Ela

Agora ela decidiu não se importar com nada, decidiu parar de sofrer, decidiu tomar banho de chuva e não se importar em gripar no dia seguinte. Viver sem medo do futuro, seja ele bom ou ruim, mergulhar de cabeça!

A partir daquele dia, ela não chorou mais de tristeza, não reclamou da falta de tempo, não falou da sua estafa, sorriu com mais facilidade. Suas bebedeiras não são mais em momentos de infelicidade, só bebe pra festejar e quando a tristeza bate, procura algo que lhe dê prazer para fazer e se distrair. Ela anda com um brilho novo nos olhos, ela vê a vida com um olhar otimista, ela acredita numa melhora, afinal, ela está fazendo por onde melhorar. Sim, ela não precisa de ninguém pra melhorar, somente dela mesma.

E não foi que as coisas começaram a melhorar? Ou será que ela começou a ver o excesso de trabalho, estudos e compromissos como algo bom? Um novo emprego em sua área, seu esforço começou a ser reconhecido! Problemas, ela ainda tem um monte, mas quem disse que são motivo de infelicidade? Ela trabalha, se esforça, corre atrás e consegue passar pelos problemas ilesa.

Ela aprendeu a se assumir, se amar e, a partir daquele dia, ela nunca mais desejou ser outra pessoa. Era completa, estando sozinha ou acompanhada ela se completa por si só. Ela sabe que enquanto ela não se amar por ser exatamente como é, ela nunca saberá amar outra pessoa ou ser amada por outra pessoa. Ela se viu preparada pra viver por si e apenas para si.

Ela finalmente entendeu que ela poderia conversar com amig@s, chorar com a psicologa, tomar remédios ou até mesmo se esconder da depressão dentro de um quarto trancado, se isolando do mundo, mas nada disso a curaria. A cura pra depressão estava dentro dela, estava em suas atitudes e em sua forma de ver e viver sua vida! Agora ela tá curada, agora ela é feliz novamente.

Sobre Sara Joker

Artista visual, quadrinista e atriz. Formada em licenciatura e bacharelado em Artes Visuais, pós graduada em Psicanálise. Nerd de humanas, adora RPG, quadrinhos, filmes cabeça, rock e livros. Se interessa por questões relacionadas as lutas pelos direitos das mulheres, negros e LGBTTTs.
Esse post foi publicado em memória biscate, uma biscate quer e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s