Com açúcar, canela e afeto…

Por Mayara Melo*

A receita desse domingo é assim como uma bisca tenta fazer a vida…simples, gostosa, doce e salgada e com cheiro de canela. Além disso, é rapidinha e composta de um dos ingredientes mais arretados que o nordeste tem: o queijo coalho.

Indico essa receita para momentos de deleite. Ela é ótima para desfrutar com as amigas numa tarde de bate-papo ou para recompor as energias com aquela companhia deliciosa que te tirou as forças. 😉

Você só vai precisar de quatro bananas (de preferência prata), 400g de queijo coalho (cortado em cubinhos), manteiga, açúcar e canela. Essa porção é para dois ou três, mas você aumenta dependendo do número de pessoas envolvidas na gostosura de compartilhar sabores.

Enquanto você bate aquele papo descontraído, vai cortando as bananas em rodelinhas e o queijo em cubinhos. Depois acende o fogo e, numa panela antiaderente, deixa a manteiga derreter. Quando estiver bem quente, adiciona as bananas e deixa fritar, depois retira e coloca o queijo. Quando dourar, você une as bananas ao queijo e desliga o fogo. Pronto, basta organizar num recipiente e cobrir com canela, açúcar e afeto.  Ah, se for servida quentinha e acompanhada de uma bola de sorvete de creme….poutzzz…aí é arraso geral.

Mais simples impossível, einh? Porém, o cheiro que esse prato exala lembra as melhores coisas da vida. Um cheiro doce e sensual, mas com uma pitada de sal do queijo que é pra ninguém enjoar. Não se preocupe com quantas calorias tem a receita, pois ela não foi feita para cálculos e sim para momentos de prazer….que não combinam muito com contagem numérica, né?

O amado do Guimarães Rosa tem uma frase que diz assim:

“O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem.”

Se eu fosse montar um cardápio, colocaria essa frase ao lado dessa comidinha. Poetizei demais? Kkkkkk…é que acho mesmo que a tem a ver. Pra levar essa vida, gente, uma bisca sabe que precisa misturar sabores, cores, texturas e até temperaturas. Uma bisca sabe que pode se jogar nas delícias de compartilhar sabores e curtir cada pedacinho de tudo que é bom sem culpa, afinal, a vida esquenta e daí esfria…né?

.

* Mayara Melo é uma cearense apaixonante e apaixonada pela vida e pelo sol. Publicitária, feminista, de esquerda, trabalha junto a organizações da sociedade civil e movimentos sociais, é ativista dos Direitos Humanos, ambientais e indígenas e mestranda no Programa de Meio Ambiente na UFC. Você pode acompanhá-la em seu blog ou pelo tuíter @Mayrores.

Sobre biscatesocialclub

"se acaso me quiseres, sou dessas mulheres que só dizem sim..."
Esse post foi publicado em receita biscate e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Com açúcar, canela e afeto…

  1. ftiagocosta disse:

    Acho bom a bisca da Mayara me chamar pra provar essa delícia enquanto batemos os nossos angustiados e descontraídos papos… =D

    Texto delicioso, receita sensacional, mesmo ainda não ter tido a oportunidade de ter experimentado, fico aqui imaginando o que é misturar tudo isso junto!

    Bjus May!

  2. Vou me exibir e dizer que eu já provei essa delícia. AiAi… Bateu saudade. ♥
    Beijo, May.

  3. Xeu dizer que amei o texto, a lembrança da combinação que amo e faço muito e, especialmente, uma das frases da minha vida, essa do Guimarães Rosa. Receita perfeita!

  4. Charô disse:

    Superamey, para os veganos sugiro com manteiga becel azul e tirando o coalho. Quem sabe tofu defumado. Tudibão. ❤ ❤ ❤

  5. Pingback: Pudim Gelado |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s