Depois do Sexo

E aí foi aquele sexo gostoso, consensual, planejado ou não. Quase sempre, sono. Vontade de ficar preguiçando, se enrosca, se solta, cheira, encosta…cochilo bom sentindo o quente do  outro. Mas. Tem dias que dá uma fome, né? O corpo todo querendo, só não sabe o quê: ficar, ir. Fome. Mais? Mais dele? Mais ele? Dá uma lambida no ombro, saboreia a memória e sabe: comida. O Vinícius, aquele sábio nas veredas do vuco-vuco emocional e físico, foi quem disse:

 Pois do que o grande amor quer saber mesmo, é de amor, é de amor, de amor a esmo; depois, um tutuzinho com torresmo conta ponto a favor… Conta ponto saber fazer coisinhas: ovos mexidos, camarões, sopinhas, molhos, strogonoffs — comidinhas para depois do amor. E o que há de melhor que ir pra cozinha e preparar com amor uma galinha com uma rica e gostosa farofinha, para o seu grande amor? 

Então, biscates, a receita de hoje é sobre aqueles comes-e-comes que renovam energias, atiçam a língua para os sabores, provoca o nariz, desafiam o tato, enchem os olhos de desejo. Eu pensava que meu pecado fosse a Luxúria, (os sete pecados divertidos, digo, capitais: Avareza, Inveja, Luxúria, Gula, Ira, Preguiça, Vaidade). Mas a vida foi correndo, o corpo foi falando e eu descobrindo que meu pecado preferido é mesmo a Gula. A gula é desejar insaciavelmente sempre mais do que já se tem e precisa. Querer com sofreguidão. O desejo é uma fome. Uma falta. É voraz. Não à toa Djavan canta que te devoraria. Eu também. Em grandes mordidas, aliás.

Pois bem, sexo, fome, comidinhas para o depois. Coisas simples, que o corpo em preguiças de gozo não se distraia do sentir. Não pode pesar, preencher; E tem que ser fácil de comer, não pode precisar de muitos artefatos. Uma boa pedida, sempre, são os sanduíches, frios ou quentes. Não deixe de temperar. Um misto quente muda totalmente se vier com manjericão e azeite. Como se revela o sabor de um sanduba de queijo branco com pedaços de fruta seca, rúcula e salpicado de gergelim torrado. Ou uma mortadela com shoyu, cebola e mel….

Fugindo do pão? Vasculha a geladeira e acha escanteada aquela linguiça tipo aperitivo (aquela rechonchuda) e coloca numa forma forrada com papel alumínio, derrama azeite com gosto, coloca no forno quente e fica curtindo o que foi e o que pode ser…quando estiverem assadas (cuidado pra não ressecar), tira do forno e joga mel em cima. Fatia e espeta o palito. Não é brincadeira boa demais trocar mimos e colocar na boquinha (ops) do seu parceiro?

Claro, pode ser queijo. Se for coalho, é redentor. Corta em cubinhos. No liquidificador, ou processador, bate cheiro verde, azeite e sal. Depois, mistura com farofa de castanha. Passa o queijo na gororobinha (pode aproveitar e pensar pecaminosidades, tipo você e ele rolando na areia da praia) e frite no azeite. Deixe ficar douradinho, cuidado pra não derreter. Também é comidinha de palito.

Muito complicado? Refoga cebola junto com o que você tiver por aí: frango desfiado, resto de lombo picado, milho, cogumelos…o que for. Depois despeja ovos em cima, sal e pimenta do reino ou páprica picante, mexe, mexe. Se gostar de coisas mais cremosas na sua boca (mais ui aqui, atenção) coloca um pouco de creme de leite quando estiver desligando o fogo.

Está com muita preguiça? Mise-em-scene. Não faz nada mas arruma uma bandejinha com os mimos presentes na geladeira: queijo, presento, cogumelos, pedacinhos de fruta, o que for convidativo aos olhos. E à boca.

Ainda não está satisfeita? Vai comer negrinho!

PS; Amiga biscate, não importa aqui o sexo da pessoa-cozinhante. Não é obrigação sua alimentar marmanjo mas prazer nosso compartilhar e provar. Então, também rola se esticar e dizer: vai ali na geladeira e traz uma coisinha pra nós! – e esperar a iniciativa/criatividade do parceiro.

Sobre Borboletas nos Olhos

É melhor morrer de vodka do que morrer de tédio, disse Maiakovski. Brindo a isso enquanto acontecem-me coisas surreais. Segue o meu perfil quando me vejo assim: cara a cara comigo mesmo. Ou seja, meio de lado. Um mosaico com rachaduras evidentes. Nostálgica, mas disfarço com o riso fácil. Leio de tudo e com desespero. Escrevo sem vírgulas, pontos ou educação. Dou um boi pra não entrar em uma briga, o resto já se sabe. Considero importantíssimo saber rir de mim mesma. Nem que seja pra me juntar ao grupo. Certa da solidão, fui me acostumando a ser boa companhia. Às vezes faço de conta que sou completa, geralmente com uma taça na mão. Bebo cerveja, bebo vinho e, depois das músicas italianas, bebo sonhos. Holanda, por parte de mãe e de Chico. John Wayne, por parte de pai. Borboleta e Graúna por escolha e história. Tenho uma sacola de viagem permanente no meu juízo e a alma, de tão cigana, não para em palavra nenhuma. Gostaria de escolher meus defeitos, mas não dando certo isso, continuo teimosa. Não sei usar a nova regra ortográfica. Nem a velha, talvez. Amo desvairadamente. E tento comer devagar. Sei lá, pra compensar, talvez. Tem gente que tem a cabeça no mundo da lua. Eu não. Quando vou lá, vou toda. Sou questionadora, mas aceito qualquer resposta. Aspecto físico? Língua afiada e olhos cor de saudade. Gosto de fazer o que eu gosto. No mais, preguiçosa. Sabia o que é culpa, mas esqueci. Nada mais a dizer, prefiro andar de mãos dadas. E dormir acompanhada. Mas, bom, bom mesmo é sal, se você já leu Verissimo.
Esse post foi publicado em receita biscate e marcado , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Depois do Sexo

  1. Gilson disse:

    Lindo o texto e deu fome dupla.

  2. Lica disse:

    Tu esqueceu aquele queijo delícia e facinho demais: cubos de queijo coalho, um fio de azeite, óregano pra dar aquele ar de glamour… 15 a 20 segundinhos no microondas…🙂

  3. Comendo morangos com chocolate e saboreando o texto.Tai morangos é uma boa pedida pro antes do sexo, tipo pra abrir o “apetite”.x Michele

  4. Na preguiça pós-sexo, gata, o que vier é lucro.
    Vale até bolacha de sal com manteiga velha.

    A gente se alimenta. E alimenta uma próxima.

    Delícia de fôlego!

  5. Sara Joker disse:

    Fome…. Oxe, quanta fome! Gula tb é meu pecado preferido, Lu!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s