Um “rolê” de biscate

Quem mora em Sampa usa muito essa palavra, “rolê”. Rolê não se refere apenas ao bife (aquele de panela, enrolado e recheado de mil coisas, diliiiiça). Rolê significa sair, ir para algum lugar, divertir-se. E boas opções por aqui pela selva de pedra não faltam…

Era um sábado. Começo de primavera, o tempo bem fresco. Estava uma noite linda, como há muito não era notado. Noite daquelas que pedem para ser bem aproveitadas e que causariam muito arrependimento se não fosse assim. E que bom que assim foi.

Lá foram as amigas, em busca de agito e diversão. Ao contrário do que muita gente pensa – apesar de não haver problema nenhum se fosse isso mesmo – elas não saíram de casa com a intenção de arranjar alguém. De “pegar geral”. Elas queriam curtir um som, tomar uns aperitivos, dançar.

Chegaram ao destino, um bar bastante alternativo e aconchegante. Era tudo tão legal que as amigas, num primeiro momento, acharam que destoavam totalmente daquele ambiente: ambas de jeans e allstar, quando a maioria das garotas usava vestidinho e salto alto. Ambas sem grana para tomar um daqueles bons drinks coloridos que as pessoas de lá tomavam. Mas quem se importava com isso, já que tudo que elas queriam eram curtir? Curtir do jeito delas, que sempre foi bom. E dançar de allstar é conforto garantido!

Sentaram-se e ficaram por lá um tempo. Até que, num certo momento, elas notam dois garotos. Usavam jeans e allstar, como elas. Destoavam do lugar, assim como elas. Talvez, por isso, chamaram a atenção. Ou porquê, eram, assim, desejáveis e atraentes aos olhos das amigas. Trocaram olhares e sorrisos. E, naturalmente, houve uma aproximação. Aproximação consentida e espontânea, como deveria ser sempre!

Muitas risadas, boa conversa, música rolando solta. Afagos, abraços, carinhos. Beijos gostosos. Empatia, ainda que por uma noite só. Desejo, ainda que por uma noite só. Noite que durou tão pouco, sempre parece pouco quando se é feliz. Amanhece e chega o momento da despedida. Taí um momento delicado: trocar telefones e, ao mesmo tempo, abrir mão das expectativas. Desejar o contato no dia seguinte, mas saber que ambos seguirão bem se o chamado não acontecer. Saber-se livre e sentir que o outro é livre. Permitir-se ficar mesmo com a lembrança e a sensação bacana que a gente geralmente tem quando conhece alguém interessante.

As amigas então voltam para casa. Cantando juntas e bem alto as músicas que embalaram o fim de semana. Livres, vivendo o presente. Esperando ansiosas pelo próximo rolê.

Esse é um rolê bem biscate: cantar junto, saber-se livre, deixar o corpo entender-se com outro corpo, aceitar-se diferente, permitir-se curtir do seu próprio jeito, sem formato e sem padrão. Rolê de biscate, que faz da vida um lance bem mais divertido.

Sobre Cláudia Gavenas

Paulistana, 26. Designer, gateira, feminista e musical. Meio perdida na vida, mas não tem certeza se realmente quer se encontrar...
Esse post foi publicado em biscatagi, desejos de biscate, memória biscate, uma biscate quer e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Um “rolê” de biscate

  1. Inês disse:

    E vamos biscatear em 2012!!!! Obrigada, Luciana Nepomuceno…por tanta inspiração!!!!! Que se cumpram todos os desejos, todas as vontades…porque biscates são donas de seus corpos!!! Libertárias…antes de mais nada…mesmo depois de tudo!!!

  2. Luciana disse:

    Inês, um abraço apertado e vamos biscatear com alegria e prazer \o/

  3. Cláudia disse:

    Que 2012 seja um ano maravilhoso para todos. Com muita biscatagi, amor, liberdade, alegria e amizade!

  4. Pingback: Biscate Social ClubBlogueiras Feministas | Blogueiras Feministas

  5. Pingback: Sexta-Feira 13, dia oficial da Biscate |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s